Diante da política ambiental de Jair Bolsonaro, os governadores dos Estados estão assumindo o papel de negociar com governos estrangeiros e buscar fontes de financiamento para políticas relacionadas ao combate de mudanças climáticas. Além de contato direto com o governo do americano Joe Biden, os governadores estabeleceram um canal direto com a União Europeia (UE).

Na semana passada, o grupo Governadores pelo Clima se encontrou com o embaixador da UE no Brasil, Ignacio Ybáñes, com o diplomata alemão Marc Bogdahn e com a chefe do secretariado da parceria energética Brasil-Alemanha Kristina Kramer. Em pauta, investimentos em energia renovável, como eólica e solar, e a produção de hidrogênio verde.

“Para os governos subnacionais essa é uma oportunidade de estreitar ações internacionais e de atração de investimentos diretos, em razão do vácuo de uma diplomacia, que devia ser do governo federal”, afirmou o diretor executivo do Centro Brasil no Clima (CBC) Guilherme Sirkis. Foi o centro que promoveu o encontro dos governadores com a UE.

Fonte: https://www.msn.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *